Ganga Zumba 1963 Acho que sou o único realizador do Cinema Novo a estrear com um filme que năo é realista e nem um pouco documental; certamente o único a estrear com um filme histórico que, embora impregnado de atualidade política, é uma fábula com o gosto da fantasia e d

A Grande Cidade 1965 Embora năo seja autobiográfico, esse filme é um tributo ŕ minha própria formaçăo de alagoano vivendo no Rio de Janeiro, dividido entre sentimentos arcaicos e um grande desejo de modernidade; uma ponte voluntária entre a tradiçăo rural dos primeiros filmes

Os Herdeiros 1969 Essa é a minha descoberta da política como tragédia; um testemunho pessimista, um documentário dramatizado sobre a minha geraçăo e, ao mesmo tempo, uma ópera política que reflete meus flertes com a música e sua transparęncia no mundo; um filme radical que

Quando o Carnaval Chegar 1972 Uma ótima idéia prejudicada pela entăo contemporânea cultura de resistęncia e pela falta de um roteiro mais consistente; mas este filme tem as sementes do que acho ter feito de melhor depois dele; foi um privilégio e uma graça trabalhar com Nara, Chico e

Joanna Francesa 1973 Um turning-point, um momento de virada em direçăo a um cinema mais temporal, dramatúrgico, íntimo, elaborado em cima de sua própria encenaçăo e năo das idéias que a precedem; um tributo ŕ literatura e ŕ memória da decadęncia bárbara; infelizmente, năo fez

Xica da Silva 1976 O meu maior sucesso popular no Brasil, onde florescem inteiras as idéias sobre um certo espetáculo cinematográfico que sempre procurei; Jeanne Moreau, ao vę-lo em Paris, me disse que era "um Lola Montčs selvagem", o que eu gostei muito de ouvir, pois ador

Chuvas de Verăo 1978 Eu estava montando Xica da Silva quando comecei a fazer psicanálise; Chuvas de Verăo, dedicado a meus filhos Isabel e Francisco, é um fruto dela, o meu único filme totalmente escrito apenas por mim, sem nenhum parceiro; ŕs vezes, me dá vontade de refazę-l

Bye Bye Brasil 1980 "Um grande sucesso, de público e de crítica, dentro e fora do Brasil; tenho muito orgulho desse filme, acho que ele năo envelhece nunca. ""Bye Bye Brasil"" veio num momento em que ainda mal se discutia a questăo ecológica e o multiculturalismo; para uns, ele"

Quilombo 1984 Eu ia fazer Orfeu da Conceiçăo, mas Vinicius morreu, eu tive que mudar de projeto, meu amigo Jean Gabriel Albicocco me sugeriu este, uma velha idéia que eu acalentava desde Ganga Zumba; um filme histórico, que tentei fazer como se fosse ficçăo científica,

Um trem para as estrelas 1986 Eu queria fazer este filme em Săo Paulo, mas Renata ficou grávida de Flora e eu năo quis me afastar dela; é uma espécie de Orfeu clandestino, na moita; usei nele algumas das idéias que andei discutindo com Vinicius, em 1980, e tem até a Valsa de Eurídice,

Dias Melhores Virăo 1989 Uma comédia kitsch, sobre as pessoas que se transferem para a vida dos outros, em geral seus ídolos, em vez de viver as suas próprias vidas, numa espécie de dublagem cultural, mental, espiritual, um assunto atualíssimo; ao fazę-lo, pensava muito em Fellin

Veja Esta Cançăo 1993 Ninguém filmava no país, por causa do Collor, aí a gente inventou, com a ajuda da TV Cultura e do Banco Nacional, esse jeito de năo ficar louco; eu quis experimentar o mesmo prazer do músico que grava um disco, em que cada faixa atende a uma de suas difer

Tieta do Agreste 1996 Esse projeto foi criado originalmente por Sonia, que me chamou para dirigi-lo; aceitei com prazer e fiz o filme com muito amor, em homenagem a tręs pessoas importantíssimas na minha vida - Jorge Amado, Caetano Veloso e Sonia Braga; só acho que o filme dev

Orfeu 1999 Levei quarenta anos para fazer esse filme, ele acabou sendo uma soma de muita coisa que pensei e fiz ao longo desse tempo; um dos meus filmes que, uma vez pronto, mais se aproxima do projeto original; o maior elogio a ele, e um dos maiores que já recebi e

Deus é Brasileiro 2002 Levar para as telas uma história do Joăo Ubaldo Ribeiro era um sonho antigo, pensei em mixar vários contos em um único filme, mas năo achei um eixo, entăo, decidi por "O Santo que năo Acreditava em Deus"; năo é um filme sobre Deus ou religiăo, mas um ques

O Maior Amor do Mundo 2006 O processo desse filme foi muito rápido, apenas 18 meses entre o roteiro e as filmagens, o que fez todo sentido, porque essa é uma história sobre a importância de um instante, por mais breve que ele seja; o filme aponta para a possibilidade de um humanism

Nenhum motivo explica a guerra 2006 Quando vocę foge da violęncia, vocę é um homem normal. Quando responde ŕ violęncia com mais violęncia, trata-se de um insensato. Mas se vocę reage ŕ violęncia dedicando sua vida ŕ paz, vocę é um herói. É isso o que os membros do Grupo Cultural AfroReggae