Cacá Diegues fará parte do Conselho da Cinemateca Brasileira

A Cinemateca Brasileira é responsável pela preservação da produção audiovisual brasileira. Por possuir um dos maiores acervos da América Latina, composto por cerca de 200 mil rolos de filmes, entre longas, curtas e cinejornais, a cinemateca desenvolve atividades de restauração e difusão desses materiais. Além disso, contém um extenso número de documentos, livros, revistas, roteiros originais, fotografias e cartazes relacionados ao audiovisual. No sentido de coordenar a organização e a preservação desse arquivo e promover a exibição de filmes, e a realização de cursos, conferências, festivais, exposições, debates, edições de livros e outras publicações e atividades relacionadas, de três em três anos é formado o Conselho da Cinemateca Brasileira.
 
Fazem parte, como membros natos do Conselho o Ministro da Cultura, o Secretário do Audiovisual, o Diretor-Presidente da ANCINE, o Secretário de Estado da Cultura de São Paulo e o Secretário Municipal da Cultura de São Paulo, os outros 18 membros são eleitos pela notoriedade de sua dedicação à cultura ou à indústria cinematográfica e audiovisual. Carlos Diegues fará parte do corpo do Conselho da Cinemateca Brasileira ao lado de nomes como Gustavo Dahl, Carlos Augusto Calil e Luis Carlos Bresser Pereira, ex-ministro da economia

Volta