A ex-delegada e deputada Marina Maggessi elogia “Nenhum motivo explica a guerra”, documentário dirigido por Cacá Diegues e Rafael Dragaud, sobre o grupo sócio-cultural AfroReggae.

O documentário "Nenhum Motivo Explica a Guerra", dirigido por Carlos Diegues e Rafael Dragaud, foi lançado no dia 1º de Outubro como hors-concours da Première Brasil do Festival do Rio . O filme conta a história do grupo cultural AfroReggae, formado na favela carioca de Vigário Geral depois da conhecida chacina de 1993.

Além de entrevistas com os integrantes do AfroReggae, o documentário traz depoimentos de personalidades ligadas ao grupo, como os cantores Caetano Veloso e Gilberto Gil, a apresentadora Regina Casé e a deputada federal Marina Maggessi. Ao mostrar a trajetória do AfroReggae, o documentário fala sobre também sobre questões como a violência no Rio de Janeiro e as condições de vida em comunidades como a de Vigário Geral.

Em entrevista à Revista Isto é, Marina Maggesi, ex-delegada da DRE (Delegacia Regional de Entorpecentes), foi questionada sobre "o que fazer além de esperar o fim da desigualdade, a educação integral e a criação de empregos?" Respondeu:

"Vou levar para Brasília 512 DVDs do Cacá Diegues sobre o AfroReggae para que, quando eu subir na tribuna para falar sobre violência no Rio, não tenha de ficar explicando aquele monte de babaquices, papo de crime organizado, máfia italiana. Eu não agüento isso, acho um saco. Nesse filme você vê o que pode ser feito pelas comunidaders, é nisso que eu acredito" *

O documentário faz parte do novo DVD do AfroReggae - ao lado da gravação de um show do grupo no Circo Voador no início do ano, também dirigida por Cacá Diegues. A produção do filme é de Renata Almeida Magalhães e Flora Gil; e o roteiro, de Rafael Dragaud. As filmagens ocorreram em Vigário Geral, Parada de Lucas, Complexo do Alemão, Vila Vintém e Lapa.

* IstoÉ: nº 1939, de 20 de dezembro de 2006.

Volta